Cfor do MTG recebe tradicionalistas de fora do RS - 27 de Fevereiro de 2017
< voltar

Clique na foto para ampliar
O Cfor, curso de formação realizado pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho, recebeu em sua primeira edição deste ano, realizada sábado, 25 de fevereiro, na sede da entidade em Porto Alegre, três tradicionalistas de fora do Estado. O objetivo dos visitantes foi aprofundar conhecimentos acerca da história do Rio Grande do Sul, do tradicionalismo e do Movimento Tradicionalista Gaúcho, para serem agentes de multiplicação em seus estados.
Thaís Dutra, prenda veterana da Confederação Brasileira de Tradição e Folclore, veio de Chapecó, Santa Catarina. ‘Por mais que a história seja estática, sempre temos algo a aprender e é importante estar em movimento”, afirmou. Thaís é de Júlio de Castilhos, reside há oito anos em Santa Catarina, e ficou com ‘gostinho de quero mais’. A maior expectativa era pela palestra sobre a Carta de Princípios do MTG.
Andrio Gromann e Everson Cristian Franco, do CTG Querência Nova, vieram de Ariquemes, Rondônia, especialmente para o curso. “É a primeira vez que participamos. Viemos buscar aperfeiçoamento e estamos achando muito bom”, afirmaram. A ideia é retornar para Rondônia e repassar o conhecimento para tradicionalistas não somente de seu CTG, mas de toda região.
Para o MTG, segundo o presidente Nairo Callegaro, receber tradicionalistas de fora do Rio Grande do Sul é motivo de muita alegria. “Ficamos honrados em sermos referência e podermos compartilhar nosso conhecimento”, afirmou.
O Cfor é organizado pela vice-presidência de Cultura, a cargo de Anijane dos Santos de Varela, e pelo Departamento Formação Tradicionalista e Aperfeiçoamento, a cargo de Carla Augusta Farias de Moura.