​Sanidade na pauta da reunião do CRMV-RS com MTG - 26 de Fevereiro de 2018
< voltar

Clique na foto para ampliar
A importância da presença e acompanhamento do médico veterinário em atividades como rodeios e cavalgadas foi um dos assuntos na mesa de reunião na manhã desta segunda feira, 26 de fevereiro, entre o CRMV-RS e o Movimento Tradicionalista Gaúcho-MTG.
O CRMV-RS foi representado pelo presidente Air Fagundes e pelo presidente da Comissão de Rodeios, Remates e Eventos Equestres, Oscar Francisco Silveira Collares.  Eles foram recebidos pela vice-presidente Elenir Winck e pelo Conselheiro Ciro João Winck.
“A nossa preocupação é com disseminação de doenças diante do grande número de animais concentrados em um só local”, ressalta Dr Collares. Segundo ele, acontecem por ano cerca de dois mil rodeios, atividade que hoje é responsável pelo maior percentual de turismo gaúcho. Na última edição da Cavalgada do Mar participaram 2,4 mil cavaleiros.
O CRMV-RS quer somar ao MTG com a organização de Seminários visando preparar médicos veterinários e organizadores que atuem em rodeios. A tendência será a realização de um termo de cooperação entre Secretaria da Agricultuira, MTG e CRMV-RS com todos se comprometendo a buscar ações técnicas, destaca Dr Air.
“Os animais não podem correr mais de 30 armadas por dia”, exemplifica Collares. Outro ponto importante é a identificação dos animais. Por onde correr Rodeio a resenha do cavalo será única ou seja, seu documento, diz Dr Collares.
O trabalho da Comissão resultará em uma Cartilha que será lançada na Expointer, adianta. “Mas primeiro vamos organizar os Seminários zoneando as 30 regiões do MTG para capacitar e orientar os cavaleiros”.